'Um infeliz', diz mãe do jogador Daniel sobre assassino

Eliana Correa, mãe do jogador Daniel Correa - morto em outubro do ano passado após participar de uma festa na casa da família Brittes - esteve presente na primeira audiência de instrução sobre o crime, no fórum de São José dos Pinhais (PR), realizada na segunda-feira (18).

A mãe da vítima estava acompanhada da irmã Regina e ficou muito emocionada ao falar com a imprensa. Ela ainda não depôs, mas acompanha a investigação.

"Até hoje eu não vejo televisão, mas eu me preparei para esse momento aqui, eu vou conseguir. Eu tenho pena dele (Edison Brittes), ele é um infeliz", comentou Eliana.

De acordo com o UOL, Regina também pediu ao advogado de defesa da família Brittes para que respeite a memória de Daniel.

"Somos a voz do Daniel. Eles calaram a voz do Daniel, mas não vão calar nossa voz. A pior coisa que tinham para fazer eles já fizeram. Eu peço ao Cláudio (Dalledone) que ele respeite a memória do nosso sobrinho, ele tentar denegrir a imagem do Daniel e está nos fazendo sofrer mais", ressaltou.

O primeiro dia de audiência foi marcado por tensão entre os advogados.

A partir das 9h desta terça (19), a juíza Luciani Regina Martins de Paula retoma a audiência de instrução do caso Daniel, que vai decidir se os réus irão a júri popular por participação em diferentes níveis na morte do jogador, em outubro. A audiência deve continuar pelo menos até quarta (20). No total, 77 testemunhas foram arroladas de defesa e acusação.

O CRIME

Daniel Correa foi morto no dia 27 de outubro de 2018 depois da festa de aniversário de 18 anos de Allana Brittes. Edison Brittes Júnior, pai de Allana, confessou o crime.

Click PB


Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário