>

Desafio do ‘Bird Box’ pode trazer consequências à população

Assim como no filme estrelado pela atriz americana Sandra Bullock, o desafio Bird Box tem levado pessoas de todas as idades a executarem atividades com os olhos vendados, repetindo as cenas do longa exibido pela Netlix.

Na Paraíba ainda não há registro oficial nas Polícias Civil e Federal sobre casos graves relacionados ao jogo, mas mesmo assim especialistas alertam para os cuidados que principalmente os pais devem ter com os filhos que se deixam levar pela brincadeira.

O desafio criado a partir de cenas do filme Bird Box sugere que as pessoas realizem atividades do dia a dia com olhos vendados. Colocando-as em risco e em exposição à altura, fogo e até mesmo trânsito.

Ao Portal MaisPB, o coordenador do Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP) da Polícia Militar e da Associação Internacional de Prevenção e Combate ao Crime Cibernético no Brasil, tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, explicou que pelo fato do filme ter sido lançado recentemente no país ainda não há registros em quantidade sobre incidentes, mas é preciso ficar em alerta.

“Cabe uma alerta aos pais sobre a “viralização do desafio” que consiste em caminhar com olhos vendados sobre determinados lugares. Em Nova Iorque houve registro de adultos fazendo esse desafio em plena via pública. A Netflix pediu para fãs tomarem cuidado com o desafio. É de se imaginar possíveis resultados”, disse.

Já a psicologa Laís Loureiro alerta que o desafio é diferente da situação dos deficientes visuais, que passam por adaptação para desenvolver ações sem a visão e com a utilização de outros sentidos. “Ele são auxiliados a ter uma qualidade de vida melhor, embora isto não os coloquem em situações de risco dentro e fora de casa pelo fato de não enxergarem”, disse.

Segundo a especialista, é importante que os pais e responsáveis fiquem atentos principalmente para crianças. “Quanto menos idade maior o risco e adesão à essa prática por falta de maturidade e discernimento em medir consequências dos seus atos. Ao perceber qualquer tentativa desse tipo de desafio ou brincadeira os pais devem proibir, alertar e orientar. Inclusive os que ainda não demonstraram interesse por questões preventivas”, disse.

Os responsáveis que descobrirem que a criança está participando de um desafio deste tipo devem conversar e apresentar as desvantagens e consequências que o jogo pode trazer.



MaisPB
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário