FHC afirma que se o PSDB apoiar Bolsonaro no congresso ele deixará a legenda

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que apoiou o impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e o governo Michel Temer, na expectativa de que a “ponte para o futuro” fosse uma ponte para o PSDB, agora cogita deixar a legenda depois da decaída do partido após a última eleição presidencial.

Em entrevista à jornalista Ana Clara Costa, publicada em Veja deste final de semana, pela primeira vez FHC falou em deixar o PSDB. O motivo é a possível adesão tucana ao bolsonarismo – posição defendida, por exemplo, pelo governador paulista João Doria em São Paulo.

“Se o PSDB virar uma legenda do governo, qualquer governo, estou fora”, disse o ex-presidente.

Questionado ainda sobre sua desfiliação, o Tucano deixou essa possibilidade em aberto.

“Por enquanto, não, por enquanto, estou fora da posição, mas não sei qual vai ser a dinâmica do PSDB. Perdemos a eleição por erros também nossos. Temos de ser capazes de fazer autocrítica. Sobreviver porque vai ter um carguinho, sobrevive-se, mas com migalhas. Não com voto da maioria, não com o coração nem com a mente da maioria. Ah, para que vou me meter nisso a esta altura da vida?”, concluiu Fernando Henrique.



Da Redação com informações Brasil 247 / Portal WSCOM
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário