Acusada de planejar morte do filho é condenada a 22 anos de prisão na Paraíba

O crime aconteceu em 2013 e deixou moradores da zona rural de São Sebastião de Lagoa de Roça assustados.

Em julgamento concluído na madrugada desta terça-feira (18), a Justiça decretou a condenação de Maria da Conceição Pereira da Silva, de 36 anos, por ter mandado matar o filho, um menino de 11 anos, em 2013. Maria foi condenada a 22 anos de reclusão.

A ação presidida pela juíza Adriana Lins aconteceu Fórum de Justiça da cidade de Esperança, no Brejo paraibano. Além a acusada, José Júnior Silvino Santos, de 32 anos, identificado como amante de Maria da Conceição e executor do crime, também foi condenado a pena de 22 anos de prisão.

A investigação da Polícia Civil apontou que o garoto Lucas Pereira teria visto a mãe aos beijos com o amante. A criança ameaçou falar sobre o relacionamento. O corpo da criança foi encontrado dentro de uma casa abandonada, no sítio Manguape, zona rural de São Sebastião de Lagoa de Roça. Dias após a morte do garoto, a mulher chegou a prestar uma queixa alegando o rapto da criança em decorrência da venda de uma moto. O menino teria sido levado pelo suposto comprador.

Os suspeitos negaram o crime, inclusive, durante o julgamento. Maria da Conceição Pereira foi indiciada pelo crime de homicídio, qualificado pela impossibilidade de defesa da vítima. José Júnior Silvino, foi indiciado por homicídio e ocultação de cadáver.













Fonte: portalt5
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário