Haddad quer rever política de preços da Petrobrás: 'Bolsonaro vai manter equipe de Temer'

O candidato a presidente da República, Fernando Haddad (PT), comentou em entrevista por telefone à Rádio Panorâmica, retransmitida pela Arapuan FM, que pretende mexer na política de preços da Petrobrás com impacto imediato no gás de cozinha, mas que também tem planos de rever a política de preços dos combustíveis.

"Nossa atenção em relação aos preços da Petrobrás vai ser com o gás que fará parte da cesta básica. Vou atuar primeiramente nisso. Não tem dinheiro para tudo, e temos que ter prioridades. Nossa primeira atenção vai ser o preço do gás que será de R$ 49,00, valor da época de Lula, reajustado pela inflação", disse.

Com isso, Haddad alegou que o consumidor vai ter dinheiro para outras coisas. Posteriormente, será o momento de rever as outras iniciativas de Michel Temer (MDB).

O candidato aproveitou a deixa para lembrar que a equipe econômica de Bolsonaro (PSL), seu adversário, alegou que manteria a política de Temer na Petrobrás. Ele referiu-se ao fato dos economistas do candidato do PSL terem afirmado que manterão parte da equipe econômica que está atualmente no país. 









Paraiba.com
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário