São Paulo demite Dorival Júnior

Dorival Júnior não é mais o técnico do São Paulo. A pressão que era grande há algumas semanas se tornou insustentável após a derrota por 2 a 0 no clássico contra o Palmeiras, quinta-feira, na arena do rival, pelo Paulistão. O antigo comandante do Tricolor receberá como multa rescisória três salários (um de rescisão e mais dois).

O comandante foi demitido após uma reunião da diretoria nesta sexta-feira. André Jardine, treinador da equipe sub-20, assume interinamente a função e vai dar o treino desta tarde, no CT da Barra Funda. Ele vai dirigir a equipe domingo, no Morumbi, contra o RB Brasil. Além de Dorival, também saem os auxiliares Lucas Silvestre e Leonardo Porto. O restante da comissão permanece.

Dorival aceitou a decisão com tranquilidade. O técnico entende ter dado o seu melhor na passagem que começou em julho de 2017. Ele conseguiu evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro do ano passado, mas nunca contou com aprovação geral da torcida.

 Eu fico satisfeito com tudo o que recebi do São Paulo. Um agradecimento especial a todos. E a maneira como nós tentamos fazer o nosso melhor para que o São Paulo pudesse encontrar um caminho. É um fator normal, corriqueiro. Agradecimento diferenciado ao Raí, que assume aí um novo cargo, uma nova situação, um novo pensamento. É uma pessoa correta, como foi também o presidente e toda a diretoria, como foi o Vinicius no ano passado. Só tenho a agradecer a oportunidade que eu tive. Tentei fazer o meu melhor pelo São Paulo. Acho que esse é o caminho. A reciprocidade existe e são fato que temos de passar na vida. Foi uma conversa normal. Nós deixamos uma bela base e não tenho dúvida. O tempo vai dizer – disse Dorival, na saída do CT.






















Globo Esporte
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário