Em entrevista, Delegado Diógenes Fernandes explica conclusão do inquérito policial do crime contra padre na Paraíba

O Delegado Diógenes Fernandes, conversou com o repórter Pedro Júnior da Rádio Rural AM 850 de Guarabira, na manhã desta terça-feira (26) e falou da conclusão na última sexta-feira (22) e enviado à Justiça o inquérito da morte do padre Pedro Gomes Bezerra, que foi morto com 29 facadas no dia 23 de agosto, dentro da casa paroquial do município de Borborema, cidade que fica a 135 quilômetros de João Pessoa. No processo, são confirmados os autores do crime, um ex-coroinha da paróquia e um adolescente de 15 anos. Além disso, ficou estabelecido que o ex-coroinha e o padre tiveram relações sexuais antes do crime. A afirmação foi do delegado responsável pelo caso.

Conforme o delegado Diógenes Fernandes, que investiga o caso, o ex-coroinha foi indiciado por latrocínio, por ter matado a vítima e roubado o celular, e corrupção de menores. Já o adolescente foi indiciado por ato infracional e conduta análoga a latrocínio.

O delegado afirmou,com base no depoimento do adolescente, nas evidências do crime e na forma como o ex-coroinha ganhou confiança do padre à polícia tem convicção que houve relação sexual da vítima com o maior de idade momentos antes do crime.




Fonte: Portal do brejo


Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário