Policias Militar e Civil prendem em Serra da Raiz acusado de homicídios em Guarabira e Rio de Janeiro


As Polícias Militar e Civil prenderam, na tarde desta terça-feira (27), na zona rural de Serra da Raiz, Micarlos Francisco da Silva, vulgo “Carioca”, de 30 anos de idade, acusado de, pelo menos, três homicídios, dois deles praticados em Guarabira e um no Rio de Janeiro.Contra ele havia um mandado de prisão temporária expedido pela Comarca de Guarabira no último dia 26 de maio e, na residência onde ele estava escondido e foi preso, encontrada debaixo de um colchão uma espingarda calibre 12, com nove munições, sete intactas e duas deflagradas.

A prisão foi feita por policiais do Núcleo de Inteligência e guarnição do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e policiais civis do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional. De posse do mandado de prisão, os policiais conseguiram levantar dados sobre a localização do acusado, que estava escondido em uma propriedade no sítio Boa Ventura, que pertence a uma advogada de Guarabira. Com o apoio da guarnição de Sertãozinho, o local foi monitorado durante toda a manhã e início de tarde desta terça-feira.

No final da tarde, os policiais visualizaram o acusado que, ao perceber a presença deles, ainda tentou fugir, mas foi alcançado e preso. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Guarabira-PB, onde foi apresentado e responderá pelos crimes de homicídios, além do flagrante delito pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Entre os homicídios dos quais ele é acusado estão os de Antônio do Rego Araújo,morto a tiros no Conjunto Lucas Porpino, e o de Reginaldo de Souza, que foi morto a facadas e encontrado enterrado às margens de um riacho no Distrito Industrial,ambos em Guarabira, neste ano.

Fonte: Portal Independente
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário