Dois Deputados da Paraíba e uma vereadora de João Pessoa foram acusados de fazer gato na Energisa


Depois da vereadora Raíssa Lacerda (PSD) e do deputado estadual Trócolli Júnio (PROS), agora foi à vez do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba o deputado estatual Gervásio Maia (PSB) anunciar que também foi vitima do caso do “fio preto”, que terminou apenas com um Termo e Ajustamento de Conduta e uma multa arbitrada a Energisa no valor de R$ 800 mil, pagos de forma parcelada, e que agora pode virar alvo de CPI, tanto na Câmara Municipal da Capital, quanto na ALPB.


A imprensa paraibana ficou chocada com a declaração do deputado Gervásio Maia Filho (PSB) segundo a qual ele teria sido vítima do ‘Golpe do Fio Preto’. Funcionários da Energisa o acusaram de instalar um “gato” em sua residência: “Eles puxaram fio, minha casa ficou sem energia, foi um constrangimento total. Eles estão fazendo isso em toda a Paraíba”.

Assim como Raíssa, Trocolli disse também ter sido pego de surpresa com o resultado da investigação e assegurou um pronunciamento mais objetivo sobre o caso. A possibilidade de um pedido de CPI, segundo ele, não está descartado, no entanto, ficará a cargo do presidente Gervásio Maia (PSB) decidir qual o melhor decisão a ser tomada.
Fonte: PBagora
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário