Uefa anuncia 13 sedes da Euro 2020 e escolhe Wembley para abrigar final

A histórica Eurocopa de 2020, que celebrará os 60 anos da competição, será decidida em um dos estádios mais famosos do mundo: o Wembley. Durante um evento em Genebra, na Suíça, a Uefa anunciou nesta sexta-feira as 13 cidades-sede, em 13 diferentes países, que abrigarão os jogos da edição especial do torneio, colocando a arena londrina em destaque, com as semifinais e a própria decisão.

Além de Londres, foram selecionadas pela entidade europeia 12 cidades que serão palco de três jogos da fase de grupos mais uma partida eliminatória: Baku, no Azerbaijão (uma quarta de final); Bruxelas, na Bélgica (uma oitava de final); Copenhague, na Dinamarca (uma oitava de final); Munique, na Alemanha (uma quarta de final); Budapeste, na Hungria (uma oitava de final); Roma, na Itália (uma quarta de final); Amsterdã, na Holanda (uma oitava de final); Dublin, na Irlanda (uma oitava de final); Bucareste, na Romênia (uma oitava de final); São Petersburgo, na Rússia (uma quarta de final); Glasgow, na Escócia (uma oitava de final); e Bilbao, na Espanha (uma oitava de final).


A divisão dos jogos da Euro de 2020 entre países em toda a Europa foi anunciada no fim de 2012, em mais uma tentativa do presidente da Uefa, Michel Platini, de dar força às confederações menores. Ao todo, foram 19 cidades inscritas no processo de escolha da entidade. Nas 13 sedes escolhidas, apenas um estádio será usado. Cidades que precisarem construir novas arenas para abrigar o torneio terão um prazo até 2016 para as obras.


Confira a lista completa de estádios da Euro 2020:


- Baku, Azerbaijão - Estádio Olímpico de Baku (em construção - 68 mil lugares)
- Bruxelas, Bélgica - proposta de Novo Estádio Nacional (de 50 mil a 60 mil lugares)
- Copenhague, Dinamarca - Parken Stadium (38 mil lugares)
- Londres, Inglaterra - Wembley (90 mil lugares)
- Munique, Alemanha - Allianz Arena (67 mil lugares - a ser expandido para 75 mil)
- Amsterdã, Holanda - Amsterdam Arena (53 mil lugares - a ser expandido para 56 mil)
- Budapeste, Hungria - Estádio Ferenc Puskas (em reforma - 65 mil lugares)
- Dublin, Irlanda - Aviva Stadium (51 mil lugares)
- Rome, Itália - Estádio Olímpico de Roma (72 mil lugares)
- Bucareste, Romênia - Arena Nationala (55 mil lugares)
- São Petersburgo, Rússia - Zenit Stadium (69,5 mil lugares)
- Glasgow, Escócia - Hampden Park (52 mil lugares)
- Bilbao, Espanha - San Mamés (53 mil lugares)

Revista Novo Perfil online
Fonte: Globoesporte.com
Foto: Agência EFE
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário