Estádio do Palmeiras terá primeiro evento-teste neste sábado

O estádio do Palmeiras vai ter o primeiro evento-teste. Neste sábado (27) à noite, a Arena receberá três mil pessoas para assistir ao filme 12 de Junho de 1993 – O Dia da Paixão Palmeirense, coordenado por Mauro Beting.

Este será o primeiro evento teste do local e a entrada só será permitida mediante ao convite da WTorre, a construtora responsável pelas reformas no local. Não haverá venda de ingressos.

"Estamos nos preparando para a inauguração neste sábado. Finalmente, vamos fazer isso. Estou ansioso", disse o presidente da construtora, Walter Torre Jr., ao UOL Esporte. 

O evento, inicialmente, aconteceria no dia 13 de setembro, mas precisou ser adiado para o dia 20. O Palmeiras, no entanto, pediu para que o evento fosse novamente adiado para evitar a "concorrência" com o Jantar dos Veteranos, marcado para o mesmo dia no clube. Finalmente, a exibição do filme foi confirmada. 

A diretoria do Palmeiras foi confirmada para o evento, mas ainda não confirmou presença. 

O restante do calendário tem a estreia do estádio com uma partida oficial para o dia 9 de novembro, com o confronto entre Palmeiras e Atlético-MG. No duelo contra o Sport, no dia 19, há a possibilidade de que a partida seja disputada novamente no local, mas isso dependerá do tempo necessário para a montagem da estrutura do primeiro mega-show para 55 mil pessoas. No dia 23, Paul McCartney cantará em São Paulo.

Até mesmo um convite para a seleção brasileira atuar no local já foi feito pela AEG. A informação foi dada pelo jornal Folha de S. Paulo na última terça-feira e foi confirmada pela reportagem. Ainda não há data e nem adversário, mas as partes tratam o acontecimento como uma certeza.

Enquanto isso, apesar do calendário ganhar cada vez mais forma, a diretoria do Palmeiras quer ver o local de portas fechadas até que uma definição de quem tem direito a comercializar as cadeiras seja dada. Na visão deles, depois de o local ser inaugurado, ficará ainda mais difícil para que outras pendências sejam acertadas.

Foi esse o pedido palmeirense no último encontro entre eles nas sessões na Câmara de Arbitragem. Isso também porque uma sequência de fiscalização precisa ser feita por representantes alviverdes para que o clube confira que tudo o que foi prometido em contrato pela WTorre foi entregue.

Os palmeirenses dizem que a relação com a construtora tem melhorado gradativamente, mas que ainda não pode ser classificada como boa. Neste momento, ao menos, eles se conversam. Isso não acontecia meses atrás.

Revista Novo Perfil online
Fonte: Danilo Lavieri/UOL
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário