Saiba quais são os candidatos das celebridades da TV, música e esporte

Quando o assunto é política, muitas personalidades preferem não se manifestar. Outras, porém, fazem questão de revelar publicamente os partidos e os políticos que apoiam. Na corrida eleitoral de 2014 não está sendo diferente. Aos poucos, nomes conhecidos da música, do cinema, da literatura, da televisão e do esporte nacionais começam a declarar seus votos e até a participar de campanhas dos presidenciáveis. Ficou curioso? Confira alguns deles abaixo.


Time Dilma



A ligação de José de Abreu com a militância petista é antiga. Na década de 1960, o ator fez parte de grupos de esquerda e lutou contra a ditadura militar, chegando a ser preso e exilado. Quando retornou ao Brasil, participou alguns anos do movimento hippie e passou a apoiar o Partido dos Trabalhadores (PT). Hoje, nas redes sociais, declara abertamente sua torcida pela reeleição de Dilma Rousseff.

Apesar de fazer críticas eventuais, Beth Carvalho também tem um longo histórico com o PT. Em entrevista no início deste ano ao Brasil de Fato, a sambista rasgou elogios à candidata à reeleição, que "está entre os maiores políticos do País". "Vejo [o governo Dilma] com ótimos olhos. A Dilma é maravilhosa. É uma mulher que tem uma história política como poucos", disse. Vice-presidente de honra do PDT e brizolista histórica, a artista, de acordo com informações do site do partido, votou em Dilma em 2010 e continua declarando voto a ela em 2014.

Participante frequente de mobilizações populares, como a pernambucana Ocupe Estelita, o cantor Otto é outro admirador da petista. À revista Cult ele afirmou, meses atrás, que o atual governo tem sido “sabotado” e que “torce muito por dona Dilma”. “Eu que ando pelo Brasil vejo que a gente nunca teve uma situação melhor. Mas tem pessoas que não aguentam ver o pobre garantir mais coisa”, explicou.


Time Aécio



Em junho, Luciano Huck e Angélica organizaram um jantar em apoio a Aécio Neves. O encontro aconteceu na casa do casal, no Rio de Janeiro, e contou com a presença de diversos globais. Aquele foi considerado o início da mobilização artística pela campanha do candidato do PSDB. Rumores davam conta, inclusive, que o apresentador estava cotado para disputar o governo do Estado pela legenda.

Pouco antes, Ronaldo, então comentarista de futebol da TV Globo e membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo, já havia declarado apoio ao mineiro. Em abril, o ex-jogador postou nas redes sociais uma foto ao lado de Aécio e escreveu que estava com seu "grande amigo e futuro presidente do Brasil". "Ele foi o único cara que eu apoiei publicamente. É meu amigo, confio nele e acho que é uma ótima opção para mudar o nosso País", contou em seguida ao Valor Econômico.

Outra personalidade que teria sido sondada para a campanha do PSDB na época é o técnico de vôlei Bernardinho. Embora não tenha assumido nenhum compromisso formal, ele disse, em um vídeo destinado ao ex-governador, que está com ele “para o que precisar”. “Realizando seus sonhos, você vai nos ajudar a realizar os nossos”, afirmou.


Time Marina



No final de 2013, o ator Marcos Palmeira se filiou ao PSB. Entusiasta de Marina Silva desde a eleição de 2010, garantiu que não tinha intenção de se candidatar e que a filiação era apenas um “ato simbólico de apoio à Rede (projeto de partido da candidata)”.

O cineasta Fernando Meirelles, diretor do filme Cidade de Deus, também esteve ao lado da ex-senadora na eleição passada. Foi ele, por sinal, o responsável pelo vídeo de sua campanha à presidência. Após o acidente que matou Eduardo Campos, ele falou sobre o respeito que tinha pelo pernambucano e deixou subentendido que deve continuar apoiando a chapa.

O terceiro do time é mais óbvio - basta ver o sobrenome. Guel Arraes, cineasta e diretor de televisão, é filho de Miguel Arraes e tio de Eduardo Campos e está envolvido na campanha do PSB desde o início.


Time Luciana



Embora tenha atingido índices baixos de intenção de voto nas últimas pesquisas, Luciana Genro (PSOL) parece ter um bom apoio da classe artística. Entre seus admiradores está Gregório Duvivier, ator, comediante, escritor e roteirista do canal Porta dos Fundos. A torcida pela candidata do PSOL – segundo ele, a “única feminista” dos presidenciáveis – foi anunciada na semana passada.

Outra personalidade que declarou apoio a Luciana é a cartunista Laerte Coutinho. Crossdresser e militante dos direitos humanos, ela é conhecida por seus quadrinhos irônicos, críticos e provocadores. Seu nome pode ser encontrado na lista de assinaturas do manifesto de apoio à campanha.

E o mais atuante desta lista é o músico e produtor Marcelo Yuka, criador da banda O Rappa. Filiado ao PSOL, ele é o responsável pela narração do primeiro vídeo oficial da propaganda política da candidata. Vale lembrar que nas eleições de 2012 ele concorreu como vice-prefeito na chapa de Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Revista Novo Perfil online
Fonte: Terra via Mais PB
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário