Botafogo deixa Inter empatar no fim, mas conquista a liderança

O Botafogo voltou à liderança do Campeonato Brasileiro com gostinho de derrota. Em jogo de duas viradas, o Alvinegro esteve na frente do placar por duas vezes (1 a 0; e 3 a 2), mas cedeu o empate novamente no último minuto de uma partida na competição, assim como nos jogos contra o Atlético-MG e Flamengo. O destaque do jogo foi o meia-atacante Vitinho, que marcou duas vezes e ainda deu passe para o pênalti sofrido por Rafael Marques. Seedorf marcou o outro gol do Botafogo, enquanto Scocco, duas vezes, e Fabrício marcaram os gols do Inter. 

Com o resultado, o Botafogo chegou aos 26 pontos, um a mais que o Cruzeiro. O Inter chegou aos 21 pontos, mas permanece na oitava posição, porém com um jogo a menos.

Na próxima rodada, o Glorioso enfrenta a Portuguesa, neste domingo, no Canindé, Às 16h. Enquanto o Colorado encara o Atlético-MG, domingo, no Estádio do Vale, às 18h30.

BOTA SAI NA FRENTE, MAS INTER VIRA EM MENOS DE UM MINUTO

Jogando em casa e com o apoio da torcida, o Botafogo se sentiu na obrigação de buscar o jogo, e deu início aos trabalhos com força total. Em apenas quatro minutos, foram três chutes ao gol do Inter. E não demorou muito para o Alvinegro abrir o placar, num chute de fora da área de Vitinho. O goleiro do Inter ainda tocou na bola, mas ela morreu no canto direito de Muriel.

Após o gol, o Botafogo resolveu tocar mais a bola, entretanto esbarrava na falta de categoria dos jogadores de ataque. Com muitos passes equivocados e pouca ambição de construir um placar mais largo, o Glorioso acabou atraindo o adversário para o ataque. O Colorado, então, adiantou a marcação e mudou o ritmo da partida. Em apenas um minuto, o Colorado virou o jogo. Scocco, duas vezes, deu a vantagem para o Inter. No gol de empate, ele deu um chute forte ao receber bola rolada de D'Alessandro. Logo em seguida, o Botafogo acabou errando na saída, Damião conseguiu deixar o argentino na cara do gol. Não deu outra, Inter na frente do placar.


Depois de sofrer os dois gols, o Glorioso parecia atordoado. Percebendo o momento ruim, a torcida alvinegra passou a incentivar mais. O Botafogo buscou o empate ainda no primeiro tempo, com muitas bolas aéreas, mas já era tarde.

CORAJOSO, BOTA BUSCA A VIRADA NO PLACAR, MAS ACABA PUNIDO NO FIM

Dentro de seus domínios, o Botafogo tratou de se impor no segundo tempo. No início da segunda etapa, o Inter parecia disposto a segurar a vantagem no placar, mas não foi possível. O Alvinegro apertou a marcação e colocou pressão no jogo. Merecidamente, o Glorioso chegou ao gol de empate em outra jogada de Vitinho, que deu excelente passe para Rafael Marques. O atacante driblou Muriel e foi derrubado pelo goleiro do Inter aos 19 minutos. Pênalti, que Seedorf bateu com categoria no canto direito do arqueiro colorado.



Com o placar novamente empatado, o jogo pegou fogo de vez. O Botafogo partiu para cima com ainda mais força e chegou à virada em belíssima jogada de Vitinho. O meia-atacante pegou uma bola na entrada da área do adversário e mandou no ângulo direito de Muriel aos 29 minutos. A bola ainda tocou caprichosamente no travessão antes de morrer no fundo do barbante.

No fim, o Botafogo pensou que conseguiria administrar o resultado, mas acabou surpreendido novamente com um gol no fim partida. Num escanteio em que Renan deu rebote, Fabrício deixou tudo igual no último minuto de jogo. Frustração total no Maracanã para os alvinegros, que saíram do estádio com gostinho de derrota.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 3 X 3 INTERNACIONAL

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 15/8/2013 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Cartões Amarelos: 
Edilson, Gabriel, Seedorf e Henrique (BOT); Juan (INT)
Público/Renda: 11.033 pagantes/R$ 479.645,00
Gols: Vitinho, aos 9'/1°T (1-0); Scocco, aos 32'/1°T (1-1) e aos 33'/1°T (1-2); Seedorf, aos 19'/2°T (2-2); Vitinho, aos 29'/2°T (3-2); Fabrício, aos 49'/2°T (3-3)
BOTAFOGO: Renan, Edilson, Dória, Bolívar e Júlio César; Marcelo Mattos, Gabriel, Vitinho (Lucas Zen, aos 43'/2°T), Seedorf e Rafael Marques, Elias (Henrique, aos 45'/2T) – Técnico: Oswaldo de Oliveira.
INTERNACIONAL: Muriel, Jorge Henrique, Ronaldo Alves, Juan e Fabrício; Ygor, Willians, Alex (Otávio, aos 32'/2°T) e D'Alessandro; Scocco e Leandro Damião – Técnico: Dunga.


Revista Novo Perfil on line
Fonte: Lancenet
Fotos: Cleber Mendes/LANCE!Press - Paulo Sergio/LANCE!Press
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário